Quem sou eu

Minha foto
Sao Paulo, Sao Paulo, Brazil
Contatos: tels.11-97597-1085 e 11-95638-8861 Orlando Filho Paisagismo ou Ana Paula Secretária 11-2355-8092 ou os e-mails: ivanikubo@gmail.com - orlandofilhopaisagismo@hotmail.com SÃO PAULO / CAPITAL "Em qualquer parte da terra Um homem estará sempre plantando. Recriando a vida. Recomeçando o mundo." Sou paisagista há pouco mais de 30 anos. Amo minha profissão, a qual me dedico inteiramente. Nada é mais gratificante do que sentir que um projeto implantado tornou realidade o sonho de uma ou mais pessoas. Que despertou um "quê" de consciência ecológica e será transmitida à outras pessoas. TODOS OS TRABALHOS DESTE BLOG SÃO DE MINHA AUTORIA E DE ORLANDO FILHO ( PROJETO E EXECUÇÃO). São mais de 35 anos trabalhando juntos, com toda dedicação, carinho e amor.
Este blog é um arquivo, onde exponho alguns dos meus trabalhos com paisagismo - uma paixão, a minha vida.
Considero a minha profissão uma benção, um presente de Deus e isso me dá uma sensação muito boa, afinal, um planejamento de paisagismo nasce da necessidade de inventar um lugar onde se restaure a relação entre o espírito e a natureza
Ao criar um espaço com paisagismo, procuro aplicar movimento à ele, usando os elementos da Natureza para interagir com o ser humano que o usufrui.
By the way, adoro Literatura e utilizo trechos de poemas que me encantam pela delicadeza com que foram escritos.
Bem vindos...! Espero que gostem do meu trabalho.





É proibido copiar os artigos e IMAGENS deste blog.
Plágio é crime e está previsto no artigo 184 do código penal.

AVISO LEGAL

Este conteúdo pode ser publicado livremente, no todo ou em parte, em qualquer mídia, eletrônica ou impressa, desde que a empresa Ivani Kubo Paisagismo seja citada como fonte, remetendo para o blog da paisagista.


terça-feira, 21 de setembro de 2010

Dia da Árvore

Caçadora de Raízes

“Eu pertenço à fecundidade
e crescerei enquanto crescem as vidas:
sou jovem com a juventude da água,
sou lento com a lentidão do tempo,
sou puro com a pureza do ar,
escuro com o vinho da noite
e só estarei imóvel quando seja
tão mineral que não veja nem escute,
nem participe do que nasce e cresce.

Quando escolhi a selva
para aprender a ser,
folha por folha,
estendi as minhas lições
e aprendi a ser raiz, barro profundo,
terra calada, noite cristalina,
e pouco a pouco mais, toda a selva.”

(Pablo Neruda)

Nenhum comentário:

Postar um comentário